Loggers invade Indian village Ka ‘ apor in Maranhão

Loggers invade Indian village Ka ‘ apor in Maranhão

Maranhão | Featured top | Nacional

Photo: Miguel Rodrigues da Silva/Cimi Maranhão

The action of loggers is a reprisal the supervision
and seizure of timber trucks made by
indigenous people in the traditional territory

 

Tuesday (27), managed to leave the village to take to body offense. He tried to register
the occurrence in the town of Governador Nunes Freire, but failed because the delegate was not responsible.

The action of loggers is a reprisal the supervision and seizure of timber trucks made by
indigenous people in the traditional territory. Without the public agencies responsible for audits Ka’apor, acting did not see alternative unless the community itself prevent predatory action.

At the time of invasion of Gurupiuna village, the invaders tied and beat Indians, looted crops and led animals. According to information of the natives, the loggers burned two houses. The Ka ‘ apor denounce also the disappearance of an indigenous Awá, near the river Turi, near the village Cocal.

The mood is tense in the region. The Ka ‘ apor fear further invasions. The families seek refuge in the bush as a hideout. Afraid of new invasions, natives are without leaving their villages.

According to information, the Federal Police, Ibama and the army moved into the region.
Since July the indigenous Ka ‘ apor, the village Zé Gurupina, communicated the action of loggers, who organized to attack the indigenous land on the Operation Hiléia, which closed several logging camps and seized several trucks in the region.

~~

original text~

Madeireiros invadem aldeia indígena Ka’apor no Maranhão

Maranhão | Destaque topo | Nacional

Foto: Gilderlan Rodrigues da Silva/Cimi Maranhão

 
A ação dos madeireiros é uma represália à fiscalização e apreensão de caminhões madeireiros feitas pelos indígenas no território tradicional

27/08/2013

 

Gilderlan Rodrigues da Silva,

Cimi Regional Maranhão

 

Cerca de 50 madeireiros invadiram a aldeia Gurupiuna, na Terra Indígena Alto Turiaçu, do povo Ka’apor, município de Centro do Guilherme, norte do Maranhão. Na aldeia, invadida na última segunda-feira (26), vivem sete famílias, num total de 48 pessoas.

Na invasão, os madeireiros agrediram o indígena Gonito Ka’apor que, somente nesta terça-feira (27), conseguiu sair da aldeia para fazer exame de corpo delito. Ele tentou registrar ocorrência na cidade de Governador Nunes Freire, mas não conseguiu porque o delegado responsável não estava.

A ação dos madeireiros é uma represália à fiscalização e apreensão de caminhões madeireiros feitas pelos indígenas no território tradicional. Sem os órgãos públicos responsáveis pelas fiscalizações atuando, os Ka’apor não veem alternativa a não ser a própria comunidade impedir a ação depredatória.

No ato da invasão da aldeia Gurupiuna, os invasores amarraram e bateram em indígenas,
saquearam plantações e levaram animais. Ainda segundo informações dos indígenas, os
madeireiros queimaram duas casas. Os Ka’apor denunciam também o desaparecimento de uma indígena Awá, próximo ao rio Turi, perto da aldeia Cocal.

O clima é tenso na região. Os Ka’apor temem novas invasões. As famílias buscam refúgio no mato como esconderijo. Com medo de novas invasões, indígenas estão sem sair de suas aldeias. Segundo informações, a Polícia Federal, o Ibama e o Exército se deslocaram para a região.

Desde julho os indígenas Ka’apor, da aldeia Zé Gurupina, comunicavam a ação dos madeireiros, que se organizavam para atacar a terra indígena por conta da Operação Hiléia, que fechou várias madeireiras e apreendeu vários caminhões na região.

 

 

via Brazil De Fato

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: